As cáries e os seus perigos

As cáries e os seus perigos

Sabia que as cáries são a 2ª doença mais comum em todo o mundo? 

Ao contrário do que se pensa, não são apenas as crianças que podem vir a sofrer deste problema. O que pode começar com uns pequenos pontinhos pretos nos nossos dentes, ou uma simples sensibilidade a alimentos quentes e frios, pode significar que tem cáries.

Por vezes, nem damos conta até irmos ao dentista e percebermos que já pode ser tarde demais para salvar o dente.

Porque surgem as cáries?

Existem vários fatores de risco para o desenvolvimento deste problema:

  • Má higiene oral: É importante escovar os dentes pelo menos duas vezes por dia e utilizar o fio dentário após a escovagem de forma a remover os restos de comida que se acumulam entre os dentes.
  • Irregularidade nas visitas ao dentista: numa fase inicial, as cáries não apresentam sintomas, pelo que fazer uma duas visitas anuais ao dentista pode ajudar a detetar precocemente o problema.
  • Consumo exagerado de alimentos ricos em açúcar: a mastigação diária de produtos açucarados contribui para um aumento da atividade bacteriana.

Além de causarem dor nos dentes afetados as cáries podem provocar diversos problemas de saúde oral caso não sejam devidamente tratadas.

Quais os seus malefícios?

  • Sensibilidade dentária: A dor associada ao desenvolvimento da cárie ocorre quando a polpa do dente, onde se situam as terminações nervosas, fica exposta ao meio externo, o que provoca sensibilidade dentária a agentes externos como temperaturas frias e quentes e ao açúcar.
  • Dificuldades na mastigação: Devido à evolução do problema, o processo inflamatório agrava-se, provocando dor e inchaço nas gengivas, ao mesmo tempo que limita a capacidade funcional do dente em triturar os alimentos.
  • Perda Dentária: Quando o paciente vai ao dentista muito tempo após o desenvolvimento da cárie e a infeção já comprometeu o tecido saudável do dente, muitas vezes já não é possível restaurá-lo e este precisa de ser extraído.

Como posso tratar?

A ida ao dentista assim que começar a sentir os primeiros sintomas é o primeiro passo para um tratamento bem-sucedido.

Em alguns casos, o dentista remove o interior deteriorado com uma broca e preenche o dente com um material próprio, de forma a não comprometer a aparência natural do dente. O tratamento é realizado com recurso a anestesia pelo que o paciente não sentirá qualquer dor ou desconforto durante o procedimento.

Recordamos que as visitas regulares ao dentista e uma higiene oral adequada são medidas de prevenção a ter em conta de forma a evitar o aparecimento de cáries.

Cuide da sua saúde oral e marque uma avaliação gratuita! 

2 Replies to “As cáries e os seus perigos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.